Rumo a regulamentação de nosso cargo!!!

Mesmo após a LDB/1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) e o PNE/2001 (Plano Nacional de Educação), quando as creches deixaram de ter um caráter assistencialista e passaram a ser consideradas a primeira etapa da educação básica, onde quem trabalha em contato diretamente com as crianças é o professor e necessita ter a formação mínima em nível médio na modalidade normal para estar em sala de aula, muitos municípios continuaram a fazer concursos com a exigência de apenas nível fundamental ou médio, com nomenclaturas como auxiliar de recreação, berçário, auxiliar de creche, pajem, entre outras até os dias de hoje e como resultado disso exercemos atividades de docente, pois as creches de fato fazem todo o trabalho pedagógico, porém temos salários e direitos bem inferiores aos dos professores, mesmo tento a qualificação exigida por lei.

Convocamos aos ainda erroneamente chamados auxiliares, pajens, monitores, entre outras denominações a caminhar pela criação de nossa verdadeira identidade que é a de Professor de Educação Infantil, em muitos municípios profissionais como nós já conquistaram seus direitos agora é a nossa vez.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Sábios conselhos...

Agradecemos ao anônimo pelas palavras de ânimo, graças à Deus que estamos conseguindo atingir nosso objetivo, que nunca foi desrespeitar os docentes, só queremos nosso espaço.Nós não aceitamos comentários que denigrem a imagem de ninguém, tanto que tivemos que rejeitar alguns, entendemos que alguns profissionais se sentem desvalorizados e querem desabafar nos comentários, mas não é esse nosso objetivo, sabemos que não podemos perder o foco, para não cair no descrédito.
Um abraço, volte sempre que quiser!

Anônimo disse...

"PARA OLIVEIRA(2005),O PROFESSOR É O MAIOR COMPANHEIRO DA CRIANÇA EM SEU PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DURANTE SUA TRAJETÓRIA NA CRECHE E NA PRÉ-ESCOLA.O profissional da educação infantil deve ter o papel de acolhedor,integrador e orientador das crianças.Porém nem sempre o professor da Educação Infantil foi visto dessa maneira.Por muito tempo ,esse profissional desempenhou papéis sociais:de babá,pajem,monitor,e recreacionista.Essa visão sobre o professor da Educação Inantil só mudou quando se alterou ,também ,a concepção sobre a infância,consubstanciada na tríade crescimento-desenvolvimento-aprendizagem.A partir desssa concepção sobre Educação Infantil,o professor da primeira infância passou ter uma nova função. MENINAS LUTAM POIS VOCÊS ESTÃO AMPARADOS PELA legislação e por muitos teóricos. OBS.FIQUEM ATENTOS POIS NESSE BLOG DEVE-SE POSTAR ASSUNTOS QUE ABORDEM SOBRE A QUALIFICAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAIL DE VOCÊS.ENTENDI QUE VOCÊS SIMPLESMENTE QUER SER VALORIZADOS,NÃO QUEREM TOMAR O LUGAR DO DOCENTE I. NA MINHA CONCEPÇÃO EESE BLOG NÃO DEVE COLOCAR ASSUNTOS PESSOAIS CONTRA AS PESSOAS ESSE É UM BLOG SÉRIO POIS ATRAVÉS DESSAS POSTAGENS E REFERÊNCIAS LEGISLATIVAS AS AUTORIDADES DO SEU MUNICÍPIO PODEM SIM CHEGAR A UM CONSENSO QUE VOCÊS QUEREM O MELHOR PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL DE ANGRA DOS REIS. " 9 de fevereiro de 2010 18:21

5 comentários:

Anônimo disse...

Obrigado pelas palavras! vamos aguardar as próximas cenas e ver se o município irá chegar a algum consenso.

Tia Dê disse...

Quando lemos comentários como este, sentimos aumentar nossas forças,já que por diversas vezes tentaram nos humilhar e nos colocar pra baixo,estamos vendo que valeu a pena seguir em frente e de cabeça erguida, somos uma categoria miudinha mas forte que só.Obrigado anônimo

Anônimo disse...

Ontem saí da creche arrasada , uma criança me disse:tia, desenha um gato pra mim?quando fui pegar o giz de cera, a professora disse pra eu não desenhar, porque esta é a parte dela, que depois que ela acabasse de fazer atividade com as outras crianças ela desenharia o gato pra criança.Gente por que isto? hoje estou indo trabalhar triste.

Professora disse...

Anônima das 07:26 não se entristeça,este pessoal da educação infantil vão ver com o tempo que educar e cuidar é indissociável, não somos robôs, não tem como, como eles estão desatualizados, acham que podem passar por cima das pesquisas que foram feitas por especialista da educação infantil.
Um abraço

Paty disse...
Este comentário foi removido pelo autor.